Patrocinado

Pessoas, nosso maior patrimônio

Top Employers apresenta
25 de abril de 2019

Presente em 118 países do mundo, o Top Employer realiza anualmente os Certification Dinners, reunindo pessoas ara aprender, conectar, compartilhar, celebrar e se inspirarem com os Top Employers. Afinal, é fundamental reconhecer e valorizar as empresas pela dedicação ao colocar pessoas em primeiro lugar em suas estratégias de RH.

 – SERVIÇOS PROFISSIONAIS

ADMINISTRAR O CAPITAL HUMANO

Prestes a completar duas décadas de operação, a empresa vem se destacando em iniciativas de RH como o Programa de Avaliação de Performance, que analisa o desempenho, bagagem e potencialidades do colaborador, possibilitando seu desenvolvimento profissional. “Temos também o programa de recrutamento interno que atua como mecanismo de retenção, uma vez que valoriza os profissionais que já estão na companhia e oferece oportunidades de crescimento”, pontua a vice-presidente de RH da Atento, Majo Martinez. No campo do desenvolvimento do profissional, a companhia oferece opções nos pilares da educação corporativa, produção de conteúdo, inovação em treinamento. “Destaco a Academia Atento, que congrega todas as iniciativas de formação inicial e continuada, em cursos obrigatórios e/ou recomendados, treinamentos específicos in company e cursos livres, com alternativas nas modalidades presencial e EAD”, detalha a VP. Com foco nos líderes, há a Universidade de Liderança Atento, com as missões de modelar uma cultura de liderança tangível e compartilhada por toda a organização e, também, promover o alinhamento desses profissionais com a estratégia da companhia, vinculando-o aos resultados do negócio.

EXECUTIVOS NO PROCESSO DE ONBOARDING

Prática de destaque na Cognizant, as ações de boas-vindas aos novos colaboradores contam com pleno envolvimento do corpo executivo da organização. “Os executivos estão presentes no processo de onboarding, explicando a cultura organizacional da empresa”, relata a diretora de Recursos Humanos da Cognizant no Brasil, Tatiana Porto. No âmbito da avaliação de desempenho, a companhia utiliza uma ferramenta própria, chamada GoPerform. “É uma ferramenta global, que é fácil de usar para os colaboradores de toda a empresa”, destaca a diretora. Para os próximos passos, a empresa pretende fortalecer programas de diversidade. “Já temos um comitê de empoderamento feminino e pretendemos criar novos comitês para LGBTS e pessoas com deficiência”, explica Tatiana. Na visão da diretora, um tema que deve ganhar destaque no RH e liderança nos próximos tempos é a comunicação. “Exercer uma comunicação efetiva é, em parte, uma responsabilidade dos líderes, quando devidamente apoiados pelas áreas, seja com treinamentos ou materiais de suporte que respeitem às individualidades na forma de cascateamento da informação”, conclui.

FALAR “COM” PESSOAS E NÃO “DE” PESSOAS

A brincadeira com as palavras no título faz parte de uma metodologia de Global Performance Experience (GPE) implantada mundialmente pela Deloitte, que trabalha justamente com o lema acima. “Eliminamos os formulários de avaliação e trocamos por uma metodologia mais simples, rápida e fácil, como um check-in que pode ser feito por meio de um aplicativo em que é possível agendar uma conversa com o gestor”, exemplifica a diretora de Talento e Cultura da Deloitte, Sonia Romeiro. Essa é uma das ferramentas que fizeram da Gestão de Desempenho um dos destaques do RH da empresa. Como tendência para os próximos tempos, a diretora destaca os temas de inovação e disrupção. “Na Deloitte trabalhamos com clientes que compõem a indústria 4.0 e o mundo VUCA (em português: Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo) – e isso implica em revisar competências, automatizar processos e preparar pessoas que perderão seus empregos por conta dessa transformação”, diz. A universidade corporativa da Deloitte, a D. Influencers, trabalha esses conceitos e estratégias, abordando novas formas de inovar e aprender.

RH COMO SUPORTE PARA DECISÕES ESTRATÉGICAS

Dados financeiros, demográficos e comportamentais são utilizados estrategicamente nas tomadas de decisões do RH da SAP. E esses dados são fornecidos ao departamento por sistemas de gestão dessa área. “É importante aqui destacar o engajamento de todos os nossos colaboradores que contribuem com sugestões e planos de ações que nos ajudam nesse processo de inovação constante”, comemora o diretor de RH da SAP Brasil, Marcelo Carvalho. O executivo ressalta o uso dessas soluções em todas as etapas de relacionamento do colaborador com a empresa – desde a atração a conhecer a SAP, passando pela admissão, onboarding, desenvolvimento, reconhecimento, e até após deixar a empresa participando de nossa rede de Alumni. Carvalho acredita que os temas sobre o futuro do trabalho são os mais comentados e discutidos pelo RH nos dias de hoje. “Nossa visão é muito positiva sobre o futuro do trabalho: a tecnologia será a grande aliada. Acreditamos que o ser humano será cada vez mais estimulado a criar inovações que impactem positivamente na vida das pessoas e da sociedade”, conclui.

PRODUTIVIDADE E MELHOR ALOCAÇÃO DE WORK FORCE

Seguindo um alinhamento global, o SAS realiza a gestão da força de trabalho para a adequação da estrutura organizacional em diversas áreas. A prática é feita com o auxílio de uma plataforma tecnológica, que possibilita o acompanhamento em relatórios específicos. “Os resultados se traduzem em ganho de produtividade e melhor alocação de work force”, garante o gerente sênior de Recursos Humanos do SAS Brasil e Cone Sul, Tato Athanase. A empresa deve passar por reformulação na estrutura de RH ainda este ano, com a implementação de centros de excelência regionais. A plataforma de tecnologia do SAS tem recebido todas as informações e estratégias do segmento de RH. “O objetivo é tornar as análises de dados ainda mais precisas no que tange à aquisição de talentos, mensuração de eficácia organizacional, avaliação de performance, gestão de promoção, entre outros temas”, explica Athanase. Dentre as propostas de transformação social e digital, a empresa dará ênfase ao conceito de Employer Branding, com investimentos em plataformas digitais e sociais, bem como em treinamento. “É importante que os funcionários e o mercado interajam de forma produtiva sobre os desafios de negócio, a solução de problemas e que haja uma troca de experiências em projetos, além do compartilhamento de boas práticas”, enumera o gerente.

PESSOAS, NOSSO MAIOR PATRIMÔNIO

Em 2018, a TCS afirma ter dedicado mais de 40 mil horas em treinamentos para novos funcionários. “Precisamos investir nas melhores práticas de RH para nos concentrarmos no crescimento pessoal e profissional do nosso time”, afirma a diretora de RH da empresa, Saveeta D’Souza. Outras ações da companhia têm foco na diversidade. “Trabalhamos em projetos focados em empoderar as mulheres para trabalhar com ciências (Girls in Tech), engajar jovens estudantes e professores em tecnologia (goIT), criar oportunidades de recolocação profissional e introduzir informática para crianças (Hour of Code), entre outros”, diz. No momento, a TCS trabalha a expansão das operações no Brasil. Atualmente são três escritórios localizados nas cidades de São Paulo, Londrina e Rio de Janeiro. “A expectativa é a de contratar 500 profissionais até julho e alcançar 4 mil funcionários em um futuro próximo”, garante Saveeta. “Estamos investindo em novas contratações para ampliar ainda mais esse potencial, trocar experiências, inovar e reafirmar nosso compromisso com o país”, conclui.

 

Compartilhe nas redes sociais!

replica rolex