Gestão de tempo

Muita informação em muito pouco tempo

Jeff DeSmet
29 de janeiro de 2019

Quando a escola terminou no início deste verão, perguntei à minha filha de 13 anos como tinha sido seu ano letivo. (Sendo um designer de aprendizado, gosto de reflexão.) Ela respondeu pensativamente: “Pai, eu realmente gostei da escola … exceto da parte de aprendizado.” É seguro dizer que a sétima série não atendeu às suas preferências de aprendizado.

O YouTube e a Netflix, no entanto, parecem estar atendendo bem às suas expectativas. Eu tenho uma conta de celular robusta para provar isso. Agora, se eu puder apenas introduzir um pouco de aprendizado pequeno no tempo que ela passa assistindo seu vlogger de estilo de vida favorito… Isso se tornou uma das minhas tarefas importantes no trabalho.

Ajudar profissionais ocupados a encaixar a aprendizagem em seu dia caótico é um dos meus maiores desafios – e suspeito que um dos seus também. Eles precisam ser capazes de aprender em “pequenas mordidas” como o YouTube, com a flexibilidade de ir mais fundo – à la Netflix.

Vale a pena analisar por que o YouTube e o Netflix são tão eficazes para atrair espectadores. Por um lado, ambas as plataformas são personalizadas. Eles sabem o que você gosta e lhe dão mais. Eles também agrupam conteúdo semelhante, dando às pessoas a opção de mergulhar mais fundo, incentivando-os a voltar quando estiverem prontos para mais.

Quando aplicamos os modelos do YouTube e do Netflix para o aprendizado de pequenas e médias empresas em um ambiente de negócios, surge um problema crítico: a explosão de conteúdo que está disponível agora para os alunos significa que escolher no que eles darão uma simples conferida pode ser muito mais impactante. Esse desafio pode não importar quando você está navegando por conteúdo no YouTube ou no Netflix. Mas quando se trata de aprendizado, acrescentar Muita Informação (TMI) em Muito Pouco Tempo (TLT) cria um problema desconcertante.

Considere uma pesquisa que acabei de fazer. Quando pesquisei o termo “gerenciando globalmente”, obtive 87 milhões de resultados em retorno. É muita informação! Eu nem dei uma “pequena mordida” no assunto e já estou saciado. Sem mencionar que a primeira fonte que apareceu nos resultados da pesquisa datava de 2006. Sim, muitas fontes de aprendizado são eternas, mas o mundo muda tão rapidamente hoje em dia que é quase obrigatório que o conteúdo não seja apenas relevante e confiável, mas também atual.

Ao trabalhar com nossos clientes, descobrimos que, quando o conteúdo é de alta qualidade, envolvente, prático, focado e relevante (ou seja, vale a pena), as pessoas reservam tempo para isso em seus dias ocupados. Eles querem um aprendizado curto e rápido para quando dispuserem de alguns minutos de sobra, mas também querem ter a possibilidade de dar um mergulho mais profundo quando tiverem mais tempo para se adaptarem a um assunto.

As características exigidas para o que o aprendizado seja bem-sucedido podem ser difíceis de perceber se você estiver pesquisando todo o conteúdo disponível no universo ou até mesmo dentro de sua empresa. Então, quando projetamos o Harvard ManageMentor Spark™, pensamos em como resolver esse problema. Por exemplo, ele inclui Skill Builders (construtores de habilidades), ou listas curadas de conteúdo focado em uma habilidade específica, como gerenciamento global, por exemplo. Em vez de apresentar aos alunos um menu de conteúdo quase infinito do Google, cada Skill Builder oferece um mix de cinco a dez artigos e vídeos. Cada parte do conteúdo foi selecionada de acordo com a relevância e atualidade, cada lista foi refinada até o que é mais valioso. Os alunos podem dar uma conferida se tiverem um tempinho, ou assistir toda a lista, se preferirem passar mais tempo dominando uma determinada habilidade.

O tempo que as pessoas dedicam ao aprendizado diminuiu e se tornou mais fragmentado. Ao mesmo tempo, a quantidade de conteúdo disponível aumentou exponencialmente. Listas com curadoria que podem ser aproveitadas sempre e onde quer que alguém tenha tempo para se dedicar à aprendizagem são uma maneira de sair desse dilema dual.

Como sua organização lida com os problemas de Muita Informação e Muito Pouco Tempo?

Jeff DeSmet é gerente sênior de aprendizado on-line at Harvard Business Publishing Corporate Learning.

Compartilhe nas redes sociais!

replica rolex