Governança

Da academia para a economia real

Governança
Manuel C. Mendes Jr.

Abrir uma empresa por si só já é uma tarefa desafiadora e complexa. Imagine então iniciar operações em um país que não é o seu. Os costumes e as preferências culturais são os primeiros entraves, depois as questões legais, contábeis e de imigração, que amedrontam empresários e investidores, independentemente do porte do negócio.

Dois fatores-chave para o empreendedorismo social sustentável

Governança
Roger L. Martin, Sally R. Osberg

O empreendedorismo social surgiu nas últimas décadas como uma forma de identificar e promover mudanças potencialmente transformadoras na sociedade. Um híbrido de intervenção governamental e puro empreendedorismo de negócios, o empreendimento social é capaz de tratar problemas cujo âmbito é estreito demais para instigar o ativismo legislativo ou para atrair capital privado. 

Grandes projetos para 2011

Governança
et al, Michael E. Porter, Joseph E. Stiglitz, Eric Schmidt, Dan Ariely

Para marcar a chegada do novo ano, pedimos a uma leva de figuras de destaque do meio empresarial e do campo das ideias de gestão que nos contassem a que projetos irão se dedicar agora em 2011. Confira aqui as respostas — que vão de reformular o estudo da economia a elevar a qualidade do debate na internet. Esperamos que esses líderes façam avanços significativos ao longo do ano e que sua iniciativa inspire todo leitor da HBR a se lançar a projetos igualmente nobres.

 

Onde os conselhos falham

Governança
Mark Wiseman, Dominic Barton

Os conselhos não estão funcionando. Depois de mais de uma década da primeira onda de reformas reguladoras pós-Enron, e apesar de uma infinidade de normas de vigilantes independentes como a Rede de Governança Corporativa Internacional, muitos conselhos não estão desempenhando sua missão central: exercer forte supervisão e apoio estratégico para os esforços de executivos em criar valor de longo prazo. E essa opinião não é só nossa. Pesquisas sugerem que os próprios conselheiros acreditam que os conselhos estão falhando.

 

Sucessão nas organizações

Governança

Sucessão é coisa séria. Todos concordam. Então, por que tantas empresas ainda evitam discutir a questão?  Por que tantas organizações bem estruturadas em muitas áreas ainda não se preparam preventivamente neste ponto?

Conhecimento – a prioridade das organizações

Governança

Nas últimas duas décadas muito se fez para organizar os processos de gestão do negócio e de atendimento de clientes. Por outro lado, inúmeros outros macroprocessos, que até então não eram considerados relevantes, passaram a se tornar evidentes e necessários em nossas organizações.

Os 9 passos essenciais para fortalecer o compliance e a governança corporativa nas empresas

Governança
Ana Paula P. Candeloro

As empresas, sobretudo aquelas ainda pouco estruturadas sob o ponto de vista da governança corporativa, ainda se resguardam e desconfiam quando o assunto é  “compliance”, principalmente quando abordado como um dos mecanismos fundamentais para implementação, consolidação e aperfeiçoamento da governança corporativa.  Talvez por falta de familiaridade com o verdadeiro propósito e alcance da ferramenta, essa desconfiança assume, muitas vezes, o grau de rejeição.