É duro ouvir de um superior que seu desempenho está deficiente. Por isso, enquanto gestor, você deve ser cauteloso ao fazer uma avaliação desse tipo de um subordinado. Provavelmente você sabe fazer bem duas coisas: primeiro, deduzir o que seus funcionários fazem bem e, segundo, contribuir quando é preciso corrigir comportamentos problemáticos. Mas não se esqueça de um importante terceiro passo: relacionar-se. Depois de ouvir uma avaliação difícil, aquele funcionário pode começar a evitá-lo ou julgar que não pode aproximar-se para pedir-lhe um conselho.

Restabeleça as relações, destacando virtudes daquela pessoa que você valoriza, por exemplo, sua habilidade em escrever ou ainda agradeça-a por fazer perguntas difíceis durante encontros. Você pode também incluir na conversa questões pessoais, perguntando sobre membros da família. Faça isso ao final da sessão de avaliação ou no dia seguinte. Certifique-se se esse comportamento deixará a pessoa confortável para continuar um bom relacionamento.

 

Adaptado de “Guide to Giving Effective Feedback

Fonte: Management Tip Of The Day – Harvard Business Review

Share with your friends









Submit