Ao aproximar-se uma tarefa difícil – ir a academia, escrever uma apresentação importante – você pode censurar-se por falta de motivação para fazê-lo. No entanto, muitas vezes não é uma questão de motivação, mas sim de ir até o fim. Você pode querer fazer a tarefa – você sabe que é importante – mas o seu cérebro o afasta dela. Você começa a achar que pode fazê-lo amanhã ou que tem coisas mais urgentes para fazer. Não deixe sua mente sabotar suas aspirações. Tome uma decisão específica sobre o que você quer fazer e não questione. Diga a si mesmo: Eu vou malhar amanhã, às 6 da manhã; ou: Eu vou terminar a apresentação terça-feira às 13hs. Se a sua mente começar a discutir com você, ignore.

A dica de hoje foi adaptada de “O problema não é a motivação”, de Peter Bregman.

Share with your friends









Submit