Fevereiro 2013

O preço da incivilidade

Gestão geral Artigo Revista
Christine Porath, Christine Pearson
A grosseria no local de trabalho corre solta — e vem crescendo. Nos últimos 14 anos, fomos ouvir milhares de […]

Sua própria ruptura

Experiência Artigo Revista
Whitney Johnson
Minha carreira teve uma trajetória bem atípica. Comecei como secretária em Wall Street. Fui subindo de posto no braço de banco de investimentos da firma até que decidi virar analista de mercado. Oito anos depois, deixei essa função para produzir um programa de TV e escrever um livro infantil, mas acabei criando um blog sobre o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal e ajudando a lançar um fundo de hedge bancado por um sujeito que conheci na igreja que frequento. Não é uma trajetória que chamariam de tradicional.

Por que a TI se atrapalha com a analítica?

Tecnologia Artigo Revista
Joe Peppard, Donald A. Marchand
Na tentativa de extrair informação da imensidão de dados hoje colhidos de fontes internas e externas, muitas empresas estão investindo pesado em ferramentas de TI e contratando cientistas de dados. A maioria, contudo, pena para conseguir um retorno digno do esforço. Isso porque estão abordando projetos de “big data” e analítica da mesma forma que abordam qualquer outro projeto de TI, sem perceber que são dois bichos completamente distintos.

Negociação com emoção

Negociação Artigo Revista
Michael Wheeler, Kimberlyn Leary, Julianna Pillemer
Uma negociação pode tirar as pessoas do sério. Em 2011, a venda de uma residência de US$ 3 milhões no bairro de Greenwich Village, em Nova York, quase foi por terra devido à contenda em torno de uma velha máquina de lavar que o proprietário removera do local dois dias antes da assinatura do contrato.

De grandes profissionais a grandes equipes

Equipes Artigo Revista
Michael C. Mankins, James Root, Alan Bird
Quando o assunto é o recurso mais escasso de uma organização — talentos —, a diferença entre a nata e o resto é enorme. Em áreas que envolvem tarefas repetitivas e transacionais, a turma de melhor desempenho em geral é duas ou três vezes mais produtiva do que todo o resto. Justo Thomas, o melhor limpador de peixe no restaurante Le Bernardin, em Nova York, pode produzir, em uma hora, o mesmo que um típico auxiliar da cozinha produz em três horas.

A terceira onda do trabalho virtual

Tecnologia Artigo Revista
Tammy Johns Lynda Gratton
Se o leitor quisesse ver três décadas da evolução do trabalho do conhecimento condensadas na carreira de uma única pessoa, a de Heidi McCulloch seria uma boa pedida. Munida de um diploma na área de humanas, McCulloch começou trabalhando no departamento de marketing de empresas. Depois, foi para uma agência de publicidade, onde virou uma prestadora externa de serviços para empresas como aquelas para as quais tinha trabalhado anteriormente.

Redefina o trabalho do conhecimento

Estratégia Artigo Revista
Martin Dewhurst, Diana Ellsworth, Bryan Hancock
Gente especializada, com habilidades valiosas, é rara demais para ser desperdiçada em atividades que outra pessoa poderia bem fazer. É por isso que certas organizações estão liberando talentos de alto valor dessas responsabilidades, para que possam passar mais tempo em tarefas que só eles podem executar — reformulando cargos dentro da empresa ou recorrendo a fornecedores externos de conhecimento especializado. Vejamos os seguintes exemplos:

Como as pessoas realmente usam o celular

Tecnologia Artigo Revista
HBR
Para o marketing, a ideia de chegar ao consumidor pelo smartphone é tentadora. Só que o uso da plataforma móvel não significa que a pessoa esteja na rua, é claro. Novos dados mostram que 68% do uso do celular se dá em casa. E a atividade mais comum do usuário não é nem fazer compras nem socializar, mas aquilo que pesquisadores da BBDO e da AOL chamam de “me time” — tirar um tempinho só pare ele. 

O tipo de capitalista que você quer ser

Gestão geral Artigo Revista
John Mackey
Anos atrás, participei de um debate com gente que, como eu, tinha recebido o prêmio Empreendedor do Ano da Ernst & Young. A certa altura da conversa, estávamos discutindo o que realmente faz alguém ter sucesso no comando de uma empresa.

A grama do vizinho não é mais verde

Competição Artigo Revista
Kasturi Rangan, Evan Hirsh
Tempos atrás, o presidente de uma empresa que conhecemos convocou seus principais executivos e pediu que buscassem novas oportunidades de crescimento estratégico, pois a receita tinha estancado e a base de clientes atual estava encolhendo. Seu conselho foi que não se ativessem ao passado da empresa, aos mercados nos quais já operava, à experiência de seu pessoal ou aos ativos que a organização tinha. O que queria era que encontrassem novos mercados. “Temos de achar outro jeito de crescer”, disse. “Não importa se o desafio vai ser grande.