Abril 2012

Seis práticas vitoriosas de branding

Branding Artigo Revista
Romulo Pinheiro
Branding não é uma ciência exata. As variáveis para a gestão de uma marca são muitas, e estão ancoradas no imprevisível comportamento humano. Por isso, tentar estabelecer leis, regras ou modelos fechados e replicáveis para a gestão de marcas quase sempre acaba se tornando uma tarefa inglória.

A nova ciência da formação de grandes equipes

Equipes Artigo Revista
Alex Pentland
Se estivesse buscando uma equipe para preparar para o sucesso, um call center seria um bom ponto de partida. As competências exigidas para o trabalho nessas centrais são fáceis de identificar e de achar no mercado. As atividades envolvidas são claras e fáceis de monitorar. Praticamente todo aspecto do desempenho da equipe é fácil de mensurar: número de problemas resolvidos, satisfação do cliente, tempo médio de atendimento (TMA, o critério por excelência da eficiência de um call center). E a lista segue.

Uma cartilha da inovação reversa

Globo Artigo Revista
Vijay Govindarajan
Quando uma multinacional aprende a produzir inovações de sucesso em mercados emergentes e, em seguida, exporta esse conhecimento e essa inovação para o mundo desenvolvido, novas possibilidades de negócios subitamente se abrem. Limites impostos por operações tradicionais passam a ser transponíveis e a empresa pode repensar toda a linha de produtos e partir para novos mercados em busca de crescimento.

Uma equipe instantanea

Equipes Artigo Revista
Amy C. Edmondson
Quem assistiu aos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008 provavelmente ficou maravilhado com o Cubo d’Água: o magnífico caixote de 31 mil metros quadrados com estrutura de aço revestida de bolhas azuis semitransparentes, ecoeficientes. Oficialmente batizado de Centro Aquático Nacional de Pequim, o cubo foi palco de competições de natação e mergulho, tinha capacidade para 17 mil pessoas, ganhou prêmios cobiçados de engenharia e design e custou um total estimado de 10,2 bilhões de yuans.

Seu melhor trabalho, na hora em que mais importa

Produtividade Artigo Revista
Heidi K. Gardner
Uma equipe de auditoria de uma das quatro grandes firmas de consultoria e auditoria do mercado mergulha com entusiasmo num pequeno projeto numa fabricante de peças industriais. “Os honorários não são altos”, diz a líder do projeto, Claire, na primeira reunião da equipe. “Mas o principal, a meu ver, é que é uma boa oportunidade de desenvolvimento.” Juntos, os membros da equipe dividem o trabalho para que cada um possa ganhar experiência numa área nova.

Experiência

Experiência Artigo Revista
Brook Larmer
HBR: O que o leva a mesclar disciplinas?Ai: A curiosidade. E me canso facilmente. Se algo deixa de me divertir ou de me atrair, largo mão. Nenhum aspecto da minha carreira foi planejado — exceto ser artista. E fui levado a isso porque era a única saída para ter um pouco de liberdade.Seu trabalho costuma ser colaborativo. Por quê?

As verdadeiras lições de liderança de Steve Jobs

Liderança Artigo Revista
Walter Isaacson
Sua saga é o mito da criação empreendedora em sua máxima expressão: Steve Jobs ajudou a fundar a Apple na garagem dos pais em 1976, foi expulso da empresa em 1985, voltou para resgatá-la das portas da falência em 1997 e, no momento de sua morte, em outubro de 2011, a convertera na empresa de maior valor do mundo. No processo, ajudou a transformar sete setores: computação, animação no cinema, música, telefonia celular, tablets, varejo e publicação digital.

Dá para administrar sem destruir a saúde dos outros?

Saúde Artigo Revista
Jeffrey Pfeffer
Enquanto o custo da saúde continua em sua espiral ascendente, com avanços apenas incrementais em resultados, estudos sugerem um foco promissor para intervenção: coibir as inúmeras maneiras pelas quais uma empresa inflige danos à saúde do trabalhador. Não é aí, no entanto, que o esforço está sendo concentrado. Há pouco, participei de uma reunião na qual executivos de seguradoras repisavam um tema comum: o problema é que as pessoas optam por comer demais, fumar demais, beber demais e se exercitar pouco.

Bons dados não garantem boas decisões

Inovação Artigo Revista
Shvetank Shah
No mundo todo, a tomada de decisões na atividade empresarial entrou numa nova era. A capacidade de colher, armazenar, acessar e analisar dados cresceu em ritmo exponencial na última década. Hoje, empresas gastam milhões e milhões de dólares para administar a informação que chega de fornecedores e clientes.