Quando você entra em uma discussão no trabalho, é fácil focar somente nos próprios sentimentos e esquecer os do seu interlocutor. Mas naufragar em sua própria frustração não vai levar você a lugar algum. Ao invés disso, se coloque no lugar da outra pessoa. O que ela queria tirar da situação? Porque está agindo desta forma? Pense sobre o tipo de pessoa com o qual você está lidando. Ela é direta e fala as coisas como de fato são, ou prefere ser subjetiva e usar indiretas? Se você trabalha frequentemente com a pessoa, provavelmente já conheça seu estilo. Mas se vocês raramente interagem, você precisará fazer uma pequena investigação. Procure padrões na forma como ela se comunica e dicas sobre seu comportamento. E consiga informações com outras pessoas — não é preciso incomodá-las, mas peça para que confirmem ou refutem suas observações. Adaptado do guia “HBR Guide to Dealing with Conflict”, de Amy Gallo.

Share with your friends









Submit