Todos sabemos que não pode haver inovação sem alguns riscos. Encorajar a tomada de atitudes arriscadas e aceitar o fracasso pode aumentar bastante a vontade de inovar. Mas isso não quer dizer que você deve dar passe livre a qualquer tipo de erro. Em muitos casos, errar é ruim. Algumas vezes, as pessoas fracassam porque não fizeram o dever de casa. Outras, porque não tinham as habilidades certas ou não praticaram o suficiente. Esses tipos de desvios não devem ser celebrados. Claro que líderes devem sim aceitar que tropeções, deslizes e perdas são sim parte do jogo. A incerteza que acompanha a inovação significa que algumas vezes as pessoas farão tudo certo, mas ainda sim terão um fracasso comercial. Nestes casos, encerre rapidamente o projeto e encoraje todos a seguir em frente. E não perca muito tempo procurando por um bode expiatório.

Adaptado de “4 Assumptions About Risk You Shouldn’t Be Making”, por Scott Anthony

Share with your friends









Submit