Se sua companhia fizer uma trapalhada, evite o pedido de desculpas vago, de “meia-boca”. Ao contrário, crie uma clara, estratégica mensagem explicando o que saiu errado e como a situação está sendo corrigida. Eis três dicas para fazer isso:

 

Seja simples – Vá direto ao ponto… e não se desvie dele. Não faça tentativas veladas de fugir à responsabilidade ou de acalmar os investidores. Com isso, você só os contrariará ainda mais e embaralhará a mensagem.

 

Sinta o que diz e diga o que sente – Se você está verdadeiramente sentido com os atos da companhia, diga isso. Evite esclarecimentos e longos autoelogios.

 

Reafirme os valores básicos – Reitere os padrões pelos quais a empresa se pauta e enfatize a intenção de trazê-la de volta aos valores que a guiaram ao sucesso.

 

Adaptado de “Smart Apologies Should Be Strategic, por Rosanna M. Fiske

Fonte: Management tip of the day – Harvard Business Review

Share with your friends









Submit